10 coisas que você deve ter em mente antes de começar a estudar


As 10 coisas sobre o inglês que você deve ter  em mente antes de começar a estudar

Como professor é comum escutar alunos dizendo que o Inglês, se comparado ao Português é mais fácil de se aprender por conter apenas dois tempos verbais no presente. Mas isso não corresponde à realidade. Para aprender é preciso ir contra essas idealizações e estar preparado para abordar a nova linguagem corretamente.

1. Há um sentido no qual o Inglês é menos complicado do que o Português. Todos os verbos mantém a mesma formação nos tempos: passado e futuro. Dois bons exemplos de verbos que mantêm a mesma forma para todas as pessoas no tempo presente, são os verbos “dever” e “poder”, ou seja, são menos formas para aprender!

  1. Inicialmente pode parecer mais fácil! Mas, por suas origens diversas, o Inglês tem particularidades de pronunciação e de escrita como nenhum outro idioma do mundo! Veja os seguintes exemplos:

Som -ea- pronuncia-se em quatro maneiras distintas:

  • Como en bear (oso) e tear (rasgar)
  • “      “    tear (lágrima) e near (perto)
  • “      “    break (romper) e great (grande)
  • “      “    mean (significar) e cream (creme, nata)

A parte disto, uma palavra pode ter mais que um significado, como já vimos com tear acima.  Outro exemplo seria mean, que significa  significar, médio e mesquinho.

Este tipo de confusão acontece muito pois, não é tão simples assim assimilar sempre.

3. Gênero: um dos poucos idiomas europeus que não têm gêneros distintos para os nomes – o “sexo” das coisas – o inglês tem uma só forma dos adjetivos (palavras que qualificam as coisas e as pessoas):

The rich woman                  –              a mulher rica

The rich man                      –              o homem rico

The small school                 –              a escola pequena

The small car                      –              o carro pequeno

 

Dos exemplos acima podem-se identificar duas ou mais possibilidades de confusão:

  1. Os artigos: os artigos definidos (a, o, em português) traduzem-se num só artigo THE em inglês:

THE car                 –              o carro

THE school          –              a escola

(cuidado para não confundir a palavra THE com THEY, que corresponde a forma única da terceira pessoa no plural, eles/ elas)

  • Os artigos indefinidos ( um, uma em português) traduzem-se na forma única

A (ou an diante de palavras que começam com vogais):

A school       –              uma escola

A car              –              um carro

  1. Como também se pode ver em (3) acima, a ordem das palavras é distinta tratando de coisas e adjetivos:

A small car          –              um carro pequeno

A big school       –              uma escola grande

Éuma diferença bastante difícil para vencer, e vale a pena tê-la em mente desde o início.

  1. O verbo é talvez o ponto de máxima divergência entre as línguas portuguesa e inglesa, como vamos ver nos seguintes três ou quarto pontos. Para começar:

Os verbos ser e estar em português têm UM Só equivalente em inglês,

to be, que atua em todas as situações cobertas pelos  verbos ser e estar e exprime todas as suas sutilezas.

  1. Vimos em (1) acima que os verbos têm um número reduzido de formas. Quase que para compensar em sua complexidade, no inglês é imprescindível usar os pronomes eu, você, ele/ela, nós, eles/elas.

Não se pode dizer: *Have money – porque QUEM tem este dinheiro? A forma correta seria

I have money/You have money/We have money/They have money para indicar a pessoa  que se refere a afirmação.

Da mesma maneira é preciso ter nítido o sujeito da ação em todo o caso, já que não está “dentro do verbo”; e nunca implícito! E mesmo quando a ação é impessoal – neste caso utiliza-se o sujeito IT.

Não pense em Português e não alegue que o Inglês é “mais fácil”. Mas pratique e estude e logo você se acostumará a isto!

  1. O verbo no Inglês é um fenômeno raro, com muitas cabeças e braços e membros que podem fazer-lhe parecer um monstro. Em Português o verbo comporta-se com muita regularidade, mesmo quando é irregular. O Inglês tem:
  • Verbos finitos regulares e irregulares
  • Infinitivos e gerúndios que atuam distintamente aos equivalentes em Português
  • Verbos modais bastante complexos
  • Verbos com mais que uma palavra – os infames “phrasal verbs” – um fenômeno germânico – ou algo parecido – que faz subir as paredes os falantes das línguas românticas
  • O auxiliar DO, como trataremos no seguinte ponto:
  1. A existência do verbo auxiliar DO no inglês pode ter resultado no colapso nervoso de muitos estudantes da língua. Impacta também sobre a ordem das palavras na oração, que de outra maneira é SUJEITO –VERBO – OBJETO, mais regular e explícito que no português. Por exemplo:

I have money – (afirmação) – Tenho dinheiro.

I don’t have money – (negação) – Não tenho dinheiro.

Do I have money – (pergunta) – Tenho dinheiro?

Este pequeno exemplo contém uma riqueza de informação sobre o funcionamento duma língua como o Inglês, e não dá para compará-lo com outras línguas. Há um mundo de diferenças!

10. Por último, e talvez menos importante (para deixá-lo relaxar traz tanto pensar!): a capitalização funciona distinta do Português no Inglês. Tudo o que é relacionado a nacionalidade e a língua é capitalizado; os nomes dos dias da semana são distintos e são capitalizados. Entre outras.

Que tudo o que foi dito acima não sirva de desanimo!

Aprender qualquer língua é uma aventura, sobretudo o Inglês com a sua ampla gama de expressão e sua aplicação universal. Evite compará-lo a sua língua materna constantemente, pois isto só resulta em confusão e cria expectativas que impedem a aquisição natural e agradável da língua alvo. Boa aprendizagem!

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s